RESERVAS

Blog do Recanto

Como se proteger dos golpes na internet

Por Recanto da Paz em 4 de Março de 2021

Recanto da Paz

 

É impossível negar as vantagens e benefícios das redes sociais como ferramentas de comunicação e negócios para a sociedade. E com a chegada da pandemia do Coronavírus o papel do “mundo digital” tornou-se ainda mais importante e fundamental para manter a economia aquecida e a lembrança de empresas de produtos e serviços vivas na mente do consumidor. E com o setor de hotelaria não foi diferente. 


O mercado do turismo foi um dos mais afetados diante do caos gerado pela crise da saúde, e diante desse cenário hotéis e pousadas precisaram abusar da criatividade para sobreviver. E uma estratégia aplicada foi a utilização ainda mais forte das redes sociais para divulgar seus produtos, serviços, promoções e medidas de seguranças adotadas para atrair clientes. O fato é que a medida trouxe resultados positivos, mas o outro lado do aumento da exposição das marcas e volume de tráfego, foi a oportunidade encontrada por quadrilhas especializadas em golpes virtuais. 



Abordagem padrão



O padrão é sempre o mesmo. É criado um perfil falso com imagens e descrições semelhantes às utilizadas nos perfis verdadeiros dos hotéis e pousadas (sempre com o nome incluindo um número no final, um ponto, underline ou etc) e então, são realizadas tentativas de entrar em contato através de mensagens diretas oferecendo diárias grátis, descontos ou promoções; tudo isso como forma de captar dados através do fornecimento de informações pessoais, solicitação de depósitos ou o envio de links para “roubar” o Whatsapp da vítima para aplicar outros golpes em nome do proprietário do número clonado.

 

WhatsApp Image 2021-02-22 at 09.35.31 (1)


O mais impressionante de tudo isso, é que os responsáveis pela plataforma (
Instagram) informam que os tais perfis falsos e diariamente denunciados não ferem suas diretrizes

 

Por isso é tão difícil conseguir o “takedown”, que é o ato de derrubar uma página na internet. Além disso, os estabelecimentos afetados tentam obter o selo azul que indica que o perfil é verificado oficialmente pela rede social,  mas se deparam com a total falta de agilidade na certificação de suas contas. 

 

De acordo com a Polícia Federal, são quadrilhas especializadas que atuam em todo o Brasil e para minimizar os danos causados, apontam algumas dicas para que o consumidor fique atento.

 

  1. 1. Hotéis e pousadas não solicitam dados pessoais em suas comunicações com clientes através das redes sociais. Os contatos realizados com os clientes e hóspedes, através destes canais, são reativos. Isso significa que respondem às solicitações do cliente feitas em primeiro lugar.
  2.  
  3. 2. Verifique a data de criação do perfil. Se foi criado há pouquíssimos dias de uma pousada ou hotel que já está há um bom tempo no mercado – desconfie;

 

  1. 3. Nunca preencha nenhum cadastro, formulário ou pesquisa fornecendo seus dados financeiros ou pessoais através de links enviados pelo WhatsApp, tais como: senha de bancos, cartão de crédito, conta corrente, benefícios e nem qualquer código recebido por SMS em seu celular para terceiros;

 

  1. 4. Confirme se a grafia do nome da conta do Instagram ou Facebook é realmente do hotel, pousada ou empresa. Não existem duas contas com nomes iguais. Quando alguém cria uma conta falsa se faz necessário adicionar uma letra ou número para diferenciar do perfil original;

 

  1. 5. Fique atento ao número de seguidores e publicações do perfil da pousada ou hotel. Geralmente quando a página é falsa o número de pessoas seguindo e a quantidade de publicações e fotos costumam ser muito abaixo do perfil verdadeiro;

 

  1. 6. Ao receber uma mensagem dizendo que ganhou uma viagem ou estadia em uma pousada ou hotel totalmente grátis, verifique se a conta é verdadeira antes de fazer qualquer depósito ou transferência em dinheiro. Evite agir pela emoção ou impulso;

 

  1. 7. Ao receber uma mensagem com promoções tentadoras desconfie sempre antes de clicar nos links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais. A melhor alternativa é apagar;

 

  1. 8. Muito cuidado com o imediatismo de mensagens tais como: último dia, promoção vai até hoje, urgente, não perca essa oportunidade. Quase sempre tais conteúdos querem fazer com que as pessoas não pesquisem a veracidade da promoção na página da empresa ou órgãos oficiais;

 

  1. 9. Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos – você pode estar sendo usado por bandidos para espalhar o golpe e prejudicar outras pessoas;

 

  1. 10. Certifique-se no site oficial da empresa sobre o que está sendo oferecido, principalmente quando se tratar de supostas promoções, ofertas de dinheiro, brindes, descontos ou até promessas de emprego. Vários perfis do Instagram de pousadas, hotéis e empresas já exibem alerta sobre golpes;



Como fazer uma denúncia no Instagram



Como denunciar um perfil

 

  • * Clique em “...” na parte superior direita do perfil
  • * Clique em “Denunciar…”
  • * Siga as instruções

 

Publicação ou anúncio:

 

  • * Clique em “...” acima da publicação
  • * Clique em “Denunciar…”
  • * Siga as instruções

 

Como denunciar uma mensagem no Direct

 

  •  Ao entrar na mensagem, clique no “ i “ na parte superior direita da mensagem
  • * Clique em “Denunciar…”
  • * Siga as instruções



Verifique a veracidade das informações!



A grande verdade é que somos tomados pela emoção e impulso e quando recebemos algum prêmio ou descontos, ficamos tentados a não perder a oportunidade, mas esse é o cenário ideal para cair em golpes. Por isso, ao se deparar com algum contato oferecendo benefícios, promoções ou brindes, procure falar diretamente com o estabelecimento através dos canais oficiais que geralmente estão disponíveis no website e confirme tal informação!

 

É importante ressaltar que o Recanto da Paz também é vítima de tais golpes e em caso de qualquer tipo de contato, entre em contato com a gente através de um dos nossos diversos canais presentes em nosso website!

 

 

New Call-to-action

Topics: Institucional

folhas 1.png